Destaques

Atualizado em 9 de Janeiro de 2021.

Cotidiano Periférico

 Poema escrito por Vinícius Marques

Cômica sociedade onde batatas doces saltitam

Mas, o Edmilson, pobre juvenil,

Sofre brutal influência e, na mais pura inocência,
Usa uma cuíca pra fazê feijão.

Dança da chuva
Dança na rua
Deixando ensopado
O tênis molhado
Mas nem tomo cuidado
Disse leva o guarda chuva, mas acho papo furado
Agora fico lombrado, ouvido tampado, com cara de chapado
E o nariz cheio de catarro.

É parceirin, dançou de salto alto,

A imunidade tá baixa,

E a gripe veio de jato.
Anticorpos derrotados.
Agora tá nesse estado
Deprimente deprimido,

Sente dor até pra sentar no vaso,
O vaso sanitário.

Pobre juvenil,

Um pobre canário

Que sobre o feijão, alface e arroz

E os legumes sentam no prato.

E come calado no cavalo alado esperando
Dá o horário que te cobra a assinatura no contrato.
E tá em experiência; não pode pagar de pato.

Se passa de 4 meses já pode ser efetivado,

Acorrentado, atormentado, maltratado, humilhado,

Putz coitado, mas fazer o quê?

Tá no fundo do buraco.
Preferiu o rolêzin agora fica de papo furado

E com o nariz tampado.
Diz que não teve tanta sorte quanto aquele milionário
Que saiu do saco de ouro,

Filho de deputado.

Chama o pai dele de ladrão, aponta corrupção.
Depois aponta a arma diz que não tem essa não:
Passa o celular, carteira e o relojão

Que hoje eu vô pro baile pagando de Faustão.
 

Esse é o Edmilson, não paga vacilação.
Os muleque é tenebroso ouve só ostentação.
Mas se não vai com a cara dele só por que ele é boyzão,
Mete logo o apavoro e paga de bandidão.
Humildade é meu lema mas pra mim não tem perdão,
Ele tem mais condição a causa da distinção,
Se moscá eu levo tudo te deixo peladão,
Mas pra você, falta não faz,

Chega e pede que seu pai vai te dá mais e mais

Pois esse é o ciclo VISH RAPAIZ!

Cômica sociedade onde reina a separação.
Preto-branco, rico-pobre, cebolas, alface e agrião.

Manjericão no limão, salada com os irmão,
Cebolinha é na porção, breja ou água tá na mão.
Rolê nas quebrada, paz e amor no coração.

Postado em 8 de Janeiro de 2021.
Tatuador, desenhista, quadrinista,
músico, compositor, escritor, poeta.

Nascido em São Paulo, Vinícius cresceu brincando nos becos da São Rafael. Passava o dia na rua com seus amigos e, de noite, estudava música e desenho. Hoje ele é um tatuador profissional em Guarulhos e, além disso, faz trabalhos artísticos comunitários no bairro onde foi criado e que morou por tanto tempo.

biografia

Vinícius Marques

GCJRhiA.png

Trabalhos

Autor

Postado em 9 de Janeiro de 2021.

Meu amigo Raul, dedico este projeto a você e aos outros grandes artistas que esse mundo não conheceu. Amo você e você nem imagina a falta que fazes neste mundo. “However vast the darkness, we must supply our own light.” S.K.

Descanse em paz.

Nick.

Raul Gonçalves

Escritor, roteirista, diretor, animador, editor de vídeo, compositor, humorista.

Nativo de Belo Horizonte, Minas Gerais, Raul se tornou notório no YouTube por volta de 2015 (Chuck Norris Vs Hulk, Como Sobreviver a um Apocalipse Zumbi, 6 Tipos de Jogadores de League of Legends, etc.), quando administrava dois canais. Seu início, no entanto, foi por volta de 2010, quando criava vídeos sobre a natureza e, anos depois, até pequenos filmes para a internet. Além disso, Raul trabalhava em projetos futuros como filmes, animes, e vídeo games com temas aventurescos, sombrios e heroicos repletos de reviravoltas.

Com inspirações artísticas bastante consistentes (Kubrick, Tetsurō Araki, Tolkien), Raul foi um artista versátil, multi talentoso e brilhante que, ao lado de outros com ideais semelhantes, visava acabar com a carência artística em meio a escassez de obras de qualidade, para que, novamente, transmitir mensagens e experiências mais profundas por meio da arte voltasse a ser o padrão da indústria e a demanda do público.

Bio escrita por Nick Smith.
Postado em 9 de Janeiro de 2021.

No começo eu sentia bastante dor no peito ao pensar em como as coisas seguiram caminhos totalmente diferentes daqueles que eu tinha planejado. Eu sentia vontade de gritar para o mundo que ele estava sendo injusto comigo e que era sempre assim quando o assunto era sentimentos. Depois de um mês eu percebi que ainda doía, e a cada passo dado eu pisava em um novo caco de vidro, mas que apesar disso, eu estava seguindo em frente e eu era forte por isso, eu precisava ser forte. No segundo mês eu tive uma recaída, eu quis voltar e dar todos aqueles passos árduos novamente desde que eles me levassem até você. Eu estava disposta a jogar toda minha luta no ralo só para sentir você ao meu lado e isso era estúpido. No terceiro mês, percebi que aquele lugar me trazia lembranças suas e não era onde eu queria estar, então me mudei. Eu ainda sentia sua falta, mas menos que antes, e aquela dor no peito havia sumido. Dessa vez eu gritava para o mundo perguntando por que saímos da...

Era uma tarde de sol num domingo quando João Peripécio, 8 anos, voltava depois de jogar bola com os amigos. João abriu seu caderno e começou a desenhar livremente. Sem pensar muito no que fazia, ou o por quê. Ele desenhou uma figura um tanto inusitada; parecia uma mistura de ave com mulher. Mais tarde, ele se lembrou que, naquele dia, no programa do Celso, havia passado uma entrevista com a cantora Gretchen. Ele percebeu que aquilo havia o influenciado a desenhar a mulher com cara de ave. A noite caiu e João dormiu.

Às 4h42 da madrugada, João acordou assustado com um barulho. A janela estava aberta e estava uma forte ventania. A folhagem do jardim balançava acompanhada de um uivado sombrio que contemplava a presença da noite. Algumas folhas eram levadas para dentro do quarto de Peripécio. Ele se levantou e foi fechar a janela, mas, ao fazer isso, ouviu alguém chamar seu nome de dentro do seu quarto. Assustado, ele se virou e viu uma silhueta robusta deitada em sua cama...

Postado em 10 de Janeiro de 2021.

Melina Carla

Escritora, autora, maquiadora.

Melina Carla é uma jovem aspirante a escritora que, nascida em Salvador, Bahia, e criada desde os 3 anos em São Paulo, escreve desde os 7 anos de idade e é uma amante da arte em todas as suas formas de expressão. Possui livros publicados no Wattpad, Spirit e também um Tumblr para textos pessoais. Com inspirações como Emilly Brontë, Jane Austen, John Green, e outros, Melina é uma defensora da liberdade de expressão em todas as suas formas, e considera o privilégio de se comunicar livremente com o público, expressando seus anseios, alegrias e sentimentos mais profundos como escritora, a satisfação que almeja para sua vida.

Em seu Devaneio, Melina expressa a confusão e lutas corriqueiras, porém extraordinárias – de certo modo – que ocorrem após um árduo término de relacionamento.

  • Twitter
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram
Bio escrita por Nick Smith.

Nick Smith

Diretor, roteirista, escritor, compositor,
editor de vídeo, animador, designer gráfico.

A Parábola de João Peripécio é um conto de aventura e descobrimento. Escrito como um conto de fadas, esta história ainda não acabou e, com o tempo, serão reveladas as novas peripécias de Peripécio ao lado de seu robusto novo amigo.

  • Twitter
  • Instagram
  • Facebook
  • Tumblr Social Icon
  • YouTube
  • SoundCloud
  • Bandcamp
  • LinkedIn
Bio escrita por Nick Smith.

Comecei a compor música aos 12 anos e tenho feito isso desde então. Fui criado no início dos anos 2000 em contato próximo com sons de sintetizadores (SNES) e as brilhantes trilhas sonoras de John Williams, nos filmes e vídeo games que consumi na infância. Com o passar do tempo, me interessei também por outras áreas do espectro artístico midiático como edição de vídeo, design gráfico, roteirização, animação, etc. Criei este site visando proporcionar uma plataforma livre para artistas que precisem ou queiram participar de um projeto coletivo com intuito de exposição artística.

Undying Artists World Society 2020

created by nicksmith.biz